domingo, 8 de março de 2015

Uma mulher

Olás...


Nua, ela sabe caminhar à meia luz
Ou totalmente na escuridão.
Parece, à primeira vista, ser lenta,
Mas seu desejo vem rápido,
Como a estrela, ao cair do céu.
Entre quatro paredes muito se sabe dela,
Em espaços abertos se comporta discreta.
Quando possuída pelo desejo
Se mostra, se arrasta, se contorce... se entrega.
Faz sexo, com a luz natural do sol,
Tem o corpo rígido que queima de desejos.
Faz amor, na penumbra, escondendo as marcas,
As ancas e desvia a luz onde a carne é mais branca.
Toda mulher é feita de mistérios e tem mister
Nela se escondem traços secretos. Sonhos e desejos.
Mesmo menina esconde a vagina...
Quando envelhece  esconde as fantasias.
De toda a vida... por ser MULHER.

Às mulheres, pelo Dia Internacional da Mulher.

Mamãe Coruja

6 comentários:

  1. Uma poesia toda ela mulher, belo, sensual, feminino por excelência.
    Com beijo de respeito e admiração

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. Obrigada, Dom, por te dividires, hoje, entre tua amada Celeste e eu, no blog. rsss
      Outro beijo de respeito e admiração "procê".

      Excluir
  2. Obrigada, Rafaelito, em meu nome e de todas as gajas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,São! Parabéns pelo teu dia, mulher levada.
      Bjs

      Excluir